Home :: Executive Coaching :: 10 Características do Perfil do Executivo Século XXI (21)

10 Características do Perfil do Executivo Século XXI (21)


Na caminhada desse século, percorremos pouco mais de 16% e nessa “jornada” tenho percebido sinais cada vez mais claros de que o perfil do executivo século XXI (21) já está se configurando e será bastante diferente do que vigorou no final do século passado.

Start-up Business Team in Office
Start-up Business Team in Office

Nas minhas visitas às empresas Clientes, observo que as decisões estão na sua maioria, nas mãos de profissionais da conhecida Geração Y, o que acaba imprimindo um perfil de comportamento bastante típico e é esse perfil que tende a vigorar como sendo dominante nas próximas décadas desse Século.

Para ajudar neste mapeamento deste perfil , detalharei

[headline style=”1″ align=”center” headline_tag=”h2″] 10 Características do Perfil do Executivo Século XXI (21) [/headline]

Que tem se mostrado marcantes já nos dias atuais:

1. São atualizados tecnologicamente, dominam diferentes ferramentas e são muito bem orientados, tecnicamente falando.

2. São objetivos em seus planos pessoais e profissionais, sabendo comunicar o que desejam e não têm paciência para esperar.

3. Têm facilidade para lidar com várias coisas ao mesmo tempo, sem perder o fio da meada.

4. São informais no tratamento com as pessoas e tratam a hierarquia sem cerimônia.

5. Possuem visão holística dos assuntos e não se prendem nos detalhes.

6. Prezam a qualidade de vida e se preocupam mais com a saúde.

7. São empreendedores e possuem facilidade para entender do negócio, ao invés de entender somente de sua área de atuação.

8. Transitam com facilidade em ambientes multiculturais.

9. Têm facilidade para aprender novas metodologias e processos de trabalho.

10. Possuem visão crítica e gostam de sugerir formas mais simples e diretas para executar o trabalho.

Não tem como falar do Executivo Século XXI (21), sem mencionar as famosas startups que contam com jovens de menos de 30 anos na condução de empresas que faturam alguns milhões de dólares por ano.

Start-up Business Team Working in Office
Start-up Business Team Working in Office

Juntamente com a história de crescimento rápido e sucesso das startups, existe também um “sofrimento” comum aos empreendedores, que de alguma forma são “geniozinhos”, carinhosamente falando… Porém, ainda sem a lapidação de gestão.

Esse sofrimento, usualmente está pautado em algumas faltas, como as relacionadas abaixo.

Obviamente vou falar somente das faltas observáveis do ponto de vista da gestão de pessoas. E, claramente não atribuo as faltas à incompetência e sim à falta de experiência, muito comum nessa fase da carreira:

1. Falta de visão estratégica da gestão de pessoas.

Muitas vezes o negócio cresce numa velocidade maior do que a definição das responsabilidades e a aquisição de pessoas certas para assumirem os postos chave.

2. Falta de definição da cultura da empresa embasada na visão, missão e valores.

Essa fragilidade cultural acaba se refletindo no dia-a-dia da empresa, principalmente se ela tem um processo de crescimento acelerado.

3. Falta de alinhamento no desenvolvimento dos talentos internos.

Isso faz com que o “sonho” do empreendedor/dono não seja transmitido para os colaboradores.

4. Falta da comunicação da estratégia de curto, médio e longo prazo aos stakeholders.

O que causa perda de foco.

5. Falta de avaliação do desempenho dos colaboradores, a partir de metas claras e alinhadas à estratégia da organização.

6. Falta de arrumação da casa, com processos robustos e sustentáveis, logo nos primeiros sinais de crescimento do negócio, que nos casos de startup, usualmente acontece de forma acelerada.

Analisando o perfil do executivo século XXI (21) e afunilando ainda mais as análises para o perfil do

Business people meeting in office
Business people meeting in office

executivo de startup, podemos concluir que como prestadores de serviços, temos que conhecer o nosso mercado, o que é uma questão óbvia e básica de negócios, no entanto só isso não basta.

Além de conhecer muito bem o mercado, o meu negócio ainda demanda um conhecimento profundo do perfil comportamental do Executivo Século XXI (21).

Só assim, consigo continuar entregando as soluções para desenvolvimento humano.

Ainda com foco na gestão comportamental, somente conhecendo o perfil do “Gestor do Futuro” para continuar levando os programas de treinamento customizados e alinhados às necessidades e “jeitão” dos negócios.

E você. Já havia pensado nisso?

Já tinha percebido os sinais da evolução do Executivo Século XXI(21)?

Espero que essa matéria lhe desperte ainda mais para essa questão.

Gostou desse Post? Curta e compartilhe com seus amigos!

Sobre RBC Coaching

Veja também

Profissional de Coaching: 10 Erros Fatais ao Tentar Buscar Clientes

O profissional de Coaching é muito buscado atualmente para transformação da vida de muitas pessoas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super